Archive for the ‘ 1. mestrado (2º ciclo) Programação e Gestão Cultural ’ Category

2º ciclo Programação e Gestão Cultural |candidaturas abertas 4ª ed. 2014-15

anuncio ECAATI_2ºCiclo_Programação e Gestão Cultural_agenda cultural_14-01

novo video culture minds: entrevista a Carlos Martins, Guimarães 2012

Visualize o video da entrevista a Carlos Martins, director executivo de Guimarães 2012, Capital Europeia da Cultura.carlos martins

Carlos Martins está associado a Guimarães 2012 desde a candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura. Contribuiu para o desenho do programa, afastou-se em maio de 2011, acabando por regressar e assumir a direção executiva do evento. É presidente da Agência de Desenvolvimento das Indústrias Criativas, sócio-gerente da OPIUM, empresa de planeamento cultural, territorial e económico, membro do Conselho Nacional de Cultura – Secção das Artes e frequenta o doutoramento em Geografia na Universidade do Porto.

As entrevistas Culture Minds são uma iniciativa do 2º ciclo em Programação e Gestão Cultural da Universidade Lusófona.

 

estrutura curricular | 2º ciclo PGCultural

1º Ano / 1º trimestre

Unidades curriculares Área científica Tipo Tempo de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Atelier   de Economia e Políticas Culturais

TAC

Trimestral

75

T-12

3

Direito para   as Organizações Culturais

TAC

Trimestral

95

T-15

4

Gestão Estratégica   e Mercados

GA

Trimestral

80

TP-15

3

Práticas da   Arte Contemporânea

TAC

Trimestral

75

T-12

3

1º Ano /2º trimestre

Unidades curriculares Área científica Tipo Tempo de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Marketing,   Comunicação e Media

GA

Trimestral

100

TP-18

4

Fotografia,   Cinema e Processos Digitais

TAC

Trimestral

75

T-12

3

Gestão de Recursos Humanos

GA

Trimestral

80

TP-15

3

Tendências   Contemporâneas das Artes Performativas

TAC

Trimestral

75

T-12

3

1º Ano / 3º trimestre

Unidades   curriculares Área   científica Tipo Tempo   de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Cultura Visual

TAC

Trimestral

75

T-12

3

Públicos da Cultura

TAC

Trimestral

80

TP-15

3

Programação Cultural

TAC

Trimestral

100

TP-18

4

Aplicações   Informáticas para a Gestão Cultural

GA

Trimestral

114

TP-24

5

1º Ano / 4º trimestre 

Unidades curriculares Área científica Tipo Tempo de trabalho(horas) Créditos
Total Contacto
Cultura e   Responsabilidade Social

TAC

Trimestral

80

TP-15

3

Produção   Cultural e Equipamentos

TAC

Trimestral

100

TP-18

4

Gestão   Orçamental e Financeira

GA

Trimestral

100

TP-18

4

 

 

 

 


 

1º Ano / 1º e 2º semestre

Unidades curriculares Área científica Tipo Tempo de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Atelier de Projecto 

TAC

Anual

196

PL-42

8

2º Ano / 1º semestre 

Unidades curriculares Área científica Tipo Tempo de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Seminário   de Investigação em Programação e Gestão Cultural

TAC

Semestral

750

S-60

30

 

 

2º Ano /2º semestre

Unidades   curriculares Área   científica Tipo Tempo   de trabalho (horas) Créditos
Total Contacto
Redacção de Dissertação

GA

Semestral

750

OT-60

30

corpo docente | resumo

O corpo docente do curso é constituído por professores e investigadores do ensino superior, bem como por especialistas convidados com experiência profissional consolidada nos vários domínios específicos do curso.

 

Anabela Afonso | Jurista especializada em propriedade intelectual

Carla M. Cardoso |Coordenadora executiva do Doclisboa

Cláudia Madeira | Investigadora em Programação Cultural

Eunice Gonçalves Duarte | Investigadora na área das Artes Performativas

Giacomo Scalisi | Programador cultural; Criador do projecto “TODOS- Caminhada de Culturas”

Gisela Nascimento | Investigadora em Psicologia Social e das Organizações, Directora da Pós-Graduação em GRH – na perspectiva da Gestão com as Pessoas

Isabel Soares Moura | Economista e coordenadora da Área de Business Intelligence da Direção Internacional de Negócio da CGD

José Soares Neves | Investigador e Vogal Cons. Directivo Observatório das Actividades Culturais.

Luís Cláudio Ribeiro | doutorado em Comunicação e Cultura (FCSH, UNL). Publicou, desde 1983, sete livros de poemas, três romances e alguns estudos sobre arte e cultura contemporâneas, distribuídos por revistas e jornais da especialidade. 

Miguel Honrado | Programador e Presidente do Conselho de Administração da EGEAC

Paulo Viveiros | Investigador em cinema e animação digital

Pedro Cabrita | Consultor financeiro e docente de Contabilidade Geral [ULHT]

Rita Almeida Dias | Partner da Sustentare Lda., empresa de consultoria especializada em gestão sustentável

Rosa Videira | Advogada, Assessora Jurídica

Rui Matoso | Gestor, consultor e programador cultural

Teresa Mendes Flores | Doutorada em Ciências da Comunicação. Especialista nas áreas da Fotografia, Cinema e Cultura Visual

Teresa Oliveira | Doutorada em Economia da Inovação [ISCTE].

Victor Flores | Investigador em Cultura Visual e em Programação Cultural

pontos fortes // parcerias

1. Formação especializada em Programação Cultural e em Gestão Cultural, explorando-se os vários campos disciplinares com que estas duas áreas trabalham mais regularmente.

No caso da Programação Cultural, o enfoque recai nas políticas culturais, nas artes performativas, arte contemporânea, fotografia e no cinema, cultura visual e nos públicos da cultura. No caso da Gestão Cultural ficam abrangidas as seguintes áreas de formação: estratégia, finanças, recursos humanos, produção, marketing e comunicação

2. Desenvolvimento de um projecto cultural: o plano curricular do curso está sequenciado no sentido de propiciar o progressivo desenvolvimento acompanhado de projectos culturais.  Esse acompanhamento ocorre no Atelier de Projecto, a unidade curricular que acompanha a evolução de cada projecto, e na qual estão ancoradas as diferentes unidades curriculares implicadas no projecto.

3. As aulas funcionam em regime pós-laboral e têm lugar às sextas-feiras [19.00-22.00h] e aos sábados

4. Os Protocolos com a EGEAC e com a Experimenta Design consolidam a dimensão prática e profissional desta formação no que repeita à implementação dos projectos e a estágios nas suas estruturas e equipamentos.

A formação em gestão cultural na ECATI é desde 2005 reconhecida como membro efectivo (Full Member) da Rede Europeia de Centros de Formação em Gestão Cultural (ENCATC). Esta Rede está sediada em Bruxelas e é a única que representa a nível europeu os cursos de formação graduada e pós-graduada em gestão cultural. Pela actividade que tem desenvolvido (conferências, workshops e encontros internacionais), pelas informações que divulga acerca das decisões da Comissão Europeia para a área da Cultura, e sobretudo pelo intercâmbio de alunos entre os seus membros, esta ligação é uma forma privilegiada de creditação e de projecção do nosso curso.

www.encatc.org

 

competências e saídas profissionais //

Este curso habilita os seus alunos para os seguintes conhecimentos, capacidades e competências específicas:

1. Capacidade de conceptualização de uma programação cultural, de planificação da sua estrutura de recursos humanos, comunicacional e económico-financeira.

2. Competência de gestão e cálculo de dados e da sua transposição para um mapa de produção;

3. Conhecimento das políticas culturais nacionais e europeias, assim como dos seus planos de financiamento;

4. Capacidade de uma análise crítica de conteúdos culturais diversos e de desenvolvimento de projectos culturais com possibilidades de integração no meio contextual e transaccional da cultura.

5. Capacidade de recolha de dados empíricos e do seu cruzamento com a respectiva produção teórica da actualidade.

saídas profissionais//

Actividade profissional na área cultural em organizações públicas e privadas- mais especificamente nos campos da programação cultural, gestão cultural, produção, ensino, promoção e divulgação de actividades culturais em organizações tais como: fundações, divisões culturais das autarquias, cine-teatros, companhias de dança, orquestras, associações, bibliotecas e arquivos, galerias de arte, monumentos, museus, sítios arqueológicos classificados, parques temáticos culturais, centros de interpretação, etc.

 

apresentação e objectivos //

O 2º ciclo em Programação e Gestão Cultural é promovido pela Escola de Comunicação, Artes e Tecnologias da Informação [ECATI] da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias no sentido de desenvolver a formação e a qualificação do trabalho profissional na cultura. A sua especificidade reside na conciliação das formações em programação cultural e em gestão cultural, apostando-se na rentabilização das sinergias que estas duas áreas partilham no campo da cultura. O curso é constituído por uma parte escolar no 1º ano lectivo (quatro trimestres) e por um período de investigação e dissertação no 2º ano lectivo (dois semestres). Durante o 1ºano lectivo os alunos são orientados para a planificação e construção de um projecto cultural da sua autoria. No 2º ano constitui-se o projecto de dissertação e a sua redacção.

O curso destina-se a titulares do grau de licenciatura e a detentores de um curriculum profissional relevante na área cultural.

objectivos //

Responder a um novo cenário cultural que as últimas duas décadas têm construído:

a) uma gradual consolidação dos Pelouros e das Divisões Culturais das Autarquias e uma crescente criação de equipamentos culturais municipais, tais como os Cine-Teatros, Arquivos, Galerias, Fonotecas, Bedetecas e Auditórios, entre outros, que têm reclamado a necessidade de profissionais qualificados e cientificamente actualizados;

b) um gradual reconhecimento da cultura como um factor de desenvolvimento, o que vem exigindo que se consolidem linhas de investigação científica nas áreas da Programação e Gestão Cultural

a opinião dos alunos do 2º ciclo em PGCultural sobre o curso

Clara Antunes

Como produtora cultural, identifico absolutamente os temas e práticas abordadas neste mestrado na minha profissão. São absolutamente idênticos! A aprendizagem teórica tem resultado muitíssimo útil ao meu desenvolvimento profissional. Para isto muito concorre o fato de a grande maioria dos professores trabalhar na área, sendo que o mestrado não se reveste do usual peso académico mas antes procura, efectivamente, tornar operacionais os conceitos apreendidos.

Margarida Branco

Este mestrado está a ser uma grande mais-valia, pois tenho conseguido obter as respostas que procurava quando decidi inscrever-me, nomeadamente no que diz respeito à forma como se angariam patrocínios e outros apoios e à maneira de funcionar das associações culturais. Também estou muito feliz com as leituras e pesquisas que fui levada a fazer, muito orientadas para outras áreas em que não estava habituada a trabalhar e que me abriram um novo universo.

Ana Rita Matias

O curso tem correspondido às minhas expectativas, havendo momentos em que, inclusive, as ultrapassou. Como venho de uma área muito diferente (Finanças), senti algumas dificuldades em alguns momentos, mas uma enorme satisfação aquando a sua resolução. O acompanhamento por parte dos professores foi uma mais-valia, e a troca de experiências com os alunos muito estimulante. Neste curso consegui perceber que a vida não são só números!

contactos coordenação

2º ciclo em Programação e Gestão Cultural (PGC)

coordenação: Prof. Doutor Victor Flores

e-mail: victor.flores@sapo.pt

secretariado: Odete Soares

email: odete.soares@ulusofona.pt

telf. 217515500: ext:2367

gabinete: F.1.4

————————

link para sítio do 2º ciclo em PGC:

http://www.ulusofona.pt/escolas-e-faculdades/ecati/mestrados/mestrado-em-programacao-e-gestao-cultural-2-ciclo.html