Archive for the ‘ 2.2.2. a profissão: FAQ’s ’ Category

a profissão: FAQ’s

O que é um Gestor Cultural?

É quem gere vários recursos (ver resposta seguinte) de forma a cumprir os objectivos e as estratégias de uma organização cultural nas áreas do património, das actividades artísticas e das indústrias culturais e criativas.

Qual a natureza dos recursos implicados no trabalho de um gestor cultural?

Um gestor cultural gere recursos culturais (projectos e autores a que possa recorrer); materiais (sempre que se impõem decisões logísticas: espaços e equipamentos); humanos (necessidade de gerir pessoas e equipas técnicas); financeiros e comunicacionais.

Quais são as funções de um gestor cultural?

Em regra, estão sintetizados na sigla PEVA: Planificação (P) e Execução (E) de um Plano de Acção Cultural em função de objectivos e estratégias (que podem ter sido por ele definidos) e com base em recursos que ele administra. Verificação (V) do cumprimento dos objectivos e Actuação (A) sobre o planificado e o executado.

Qual a importância e visibilidade desta profissão?

Visto que as actuais linhas orientadoras da política cultural passam pela descentralização e pela aposta nas indústrias criativas, necessidades como a optimização de recursos, desenvolvimento de estratégias de parceria, de cooperação e de economia de escala têm interpelado cada vez mais o trabalho dos gestores culturais. Por outro lado, o crescimento do turismo cultural e a emergência de novos Festivais, Encontros e Bienais têm dinamizado o mercado de trabalho da gestão cultural. A proeminência desta profissão resultou da necessidade de fazer circular produções, de gerir recursos financeiros e formar públicos) e de poder articular as produções de pequenas, médias e grandes organizações culturais. De um modo geral, a necessidade das cidades ganharem visibilidade e se auto-promoverem, designadamente através das suas autarquias, sob a «marca» da cultura, tem feito crescer os investimentos na gestão e na programação cultural.

 

Anúncios